Conselho Municipal de Turismo realiza reunião para apresentar Mapa de Regionalização do Turismo de Cabedelo

As Secretarias de Cultura e de Turismo de Cabedelo (Setur) realizaram, nesta quarta-feira (14), a 3ª Reunião do Conselho Municipal de Turismo (Contur). Em pauta, o processo de instituição do órgão, as funções dos conselheiros, apresentação do Mapa de Regionalização do Turismo e do Programa Investe Turismo, do qual Cabedelo é uma das três cidades contempladas.

A reunião, que aconteceu no Centro Cultural Mestre Benedito, contou com a presença da Gerente Executiva do Turismo no Estado, Alessandra Lontra, que foi responsável pela apresentação dos programas. A presidente do Contur/Cabedelo, a secretária municipal de turismo, Vera Simões, falou sobre os objetivos do encontro.

“O Programa Nacional de Regionalização do Turismo refez e atualizou o mapa de regionalização do turismo, onde Cabedelo está inserida. Nessa reunião, estamos trazendo a gestora do turismo no Estado para fomentar alguns esclarecimentos para os conselheiros, poder público e sociedade civil, que estão inseridos no desenvolvimento do turismo no município. É importante que essas pessoas entendam o que esta acontecendo nacionalmente para que possamos focar os objetivos locais; que entendam o processo nacional e estadual, a responsabilidade do município para estarmos alinhados nesse processo de gestão”, explicou.

De acordo com Vera, o mapa foi instituído e, em breve, será publicado pelo Ministério do Turismo. Estando inserido nele, Cabedelo tem um “dever de casa a cumprir nos próximos dois anos, quando este será reavaliado. Esse é um processo de construção integrada entre Governo Federal, Estado e Município, com a Secretaria juntamente com o Contur. É preciso buscar o entendimento e o alinhamento das ações”, acrescentou.

Para o secretário de Cultura, Igobergh Bernardo, a meta é fazer com que os conselheiros, empossados no mês de maio, consigam compreender qual o objetivo e função deles.

“É importante que eles conheçam algumas ações que estão sendo desenvolvidas como a Rede de Economia Criativa e outras que virão como o Investe Turismo, a ser lançado posteriormente. A ideia é que consigam compreender qual está sendo a dinâmica de estruturação do segmento dentro da cidade e, assim, possam contribuir a partir da iniciativa que representam. É preciso que entendam o plano de trabalho e consigam colaborar a partir do seu segmento para que possamos ter mais resultados efetivos na estruturação do turismo, tanto no verão próximo como em todo o período do ano”.

Programas – O Mapa de atualização do turismo no Brasil é o instrumento do Ministério do turismo que baseia a criação de políticas públicas e a destinação prioritária de recursos do Ministério, com foco no desenvolvimento regional do setor.

Já o Investe Turismo foi desenvolvido conjuntamente pelo Ministério do Turismo, Sebrae e Embratur e tem como objetivo  acelerar o desenvolvimento, aumentar a qualidade e a competitividade em 30 Rotas Turísticas Estratégicas do Brasil, com foco na geração de empregos. Consta de um amplo pacote de investimentos, incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, melhoria de serviços, inovação e marketing, voltados para o setor de Turismo. O investimento inicial será de R$ 200 milhões

Compartilhar