Creche Alexia Luana promove III Feira Pedagógica com atividades desenvolvidas ao longo do ano

A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seduc), realizou, nesta quinta-feira (5), a III Feira Pedagógica da Creche Alexia Luana dos Santos Cesário, do Jardim Brasília. O evento marcou a culminância do Projeto “É Tudo Invenção: Juntos pelo prazer de investir, persistir e vestir”.

O evento reuniu alunos e pais da creche e também teve como convidados alunos das creches Centro Integrado de Educação Infantil (CIEI), Pequeno Príncipe, Santa Catarina, Pequena Princesa e Escola Edézio Rezende.

“Essa é a 3ª feira que realizamos como fechamento das ações do ano pedagógico. Trata-se de uma feira multidisciplinar e é a culminância do projeto É tudo Invenção: imaginação, emoção e construção, que foi a temática sugerida pela Coordenação da Educação Infantil. Como cada unidade tem que desenvolver seu projeto particular, em reunião com os professores, escolhemos o livro Girafinha, que você vai vestir?, que nos permitiu traçar um projeto levantando algumas questões relativas a temática central”, explicou a supervisora da unidade, Márcia Veloso Silva.

Os alunos participaram de um circuito composto por 5 estações temáticas. A visitação incluiu ambientes voltados para brinquedos, jogos e brincadeiras, receitas culinárias, música, contos Infantis e quintal da amizade. A programação da Feira constou também com a  exposição de livros, contação de histórias, com convidados da Biblioteca Municipal.

“O projeto desenvolvido ao longo do ano permitiu uma passagem pelos gêneros textuais, em que as crianças tiveram contato com todos os tipos de textos. Independente da faixa etária, todos eles conseguem aprender e vivenciar todos os tipos de texto, mostrando o resultado do que trabalharam durante o período e dando a oportunidade de discutir questões como a autoaceitação, promovendo, assim, a autoestima para termos, no futuro, adultos mais felizes. Nessa organização convidamos outras unidades para promover a interação entre as crianças e integração entre as creches”, concluiu Márcia.

 

Compartilhar