Defesa Civil de Cabedelo realiza serviços preventivos de limpeza e recuperação de galerias pluviais na cidade

A Prefeitura Municipal de Cabedelo, por intermédio da Defesa Civil, está executando serviços preventivos de recuperação estrutural e remoção dos resíduos sólidos de toda a rede de galeria pluvial do município.

As ações preventivas visam minimizar os transtornos causados com os pontos de alagamentos durante o período chuvoso na cidade, que são ocasionados principalmente pelo entupimento das galerias.

Os serviços tiveram início nas galerias que percorrem o espaço subterrâneo do centro da cidade, com aproximadamente 3km de extensão; e estão sendo realizados com recursos e maquinário próprios e funcionários da secretaria da Defesa Civil.

Atualmente as equipes concluíram os serviços da rede pluvial que se inicia na rua Siqueira Campos no bairro de Camalaú e vai até as imediações da Secretaria de Uso e Ocupação do Solo (antigo Restaurante Panorâmico). Esta semana, as atividades estão concentradas na galeria que passa pela Rua Primo José Viana e se estende até as proximidades do Moinho Dias Branco.

“A nossa intenção é dar continuidade a esse trabalho de prevenção com o objetivo de recuperar estruturalmente e limpar toda rede de galeria pluvial do município. Nas limpezas iniciais já foram retirados mais de 300 metros cúbicos de resíduos sólidos que, com certeza, nos causariam muitos transtornos no período de chuvas. E o nosso apelo é para que a população deposite o lixo no horário correto obedecendo o cronograma de limpeza urbana da cidade e também que nos acionem pelo 199 para os casos em que as galerias já se encontram obstruídas”, alertou Gaston Neto, secretário da Defesa Civil de Cabedelo.

Bueiros inteligentes – A Defesa Civil implantou inovadores bueiros inteligentes pela cidade. A medida, pioneira no Estado, vem reduzindo custos e evitando alagamentos no período chuvoso.

Os bueiros são capazes de conter o lixo sólido, impedindo a entrada de resíduos nas tubulações e o consequente entupimentos das galerias. Eles são produzidos pela Prefeitura, na Defesa Civil, usando mão de obra local.

 

Compartilhar