DEZEMBRO VERMELHO Prefeitura de Cabedelo realiza capacitação em aconselhamento em IST e Aids para médicos e enfermeiros

Ação faz parte da programação do Dezembro Vermelho, mês de prevenção e combate à Aids

A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sescab), via Coordenação de Vigilância em Saúde, realizou nesta quarta-feira (15), no auditório da Seduc, uma capacitação em Aconselhamento em IST e Aids.

A iniciativa compõe a programação relativa ao Dezembro Vermelho, campanha nacional dedicada ao esclarecimento à população e à aplicação de medidas de prevenção às infecções sexualmente transmissíveis ((ISTs) e Aids. Profissionais das 22 Unidades de Saúde participaram da capacitação.

“Essa ação visa a capacitação dos profissionais na questão do aconselhamento, que vem a ser o momento em que a pessoa procura o serviço médico, recebe um teste positivo e necessita do apoio psicológico acima de tudo. Portanto, esse momento é voltado para os profissionais saberem como é metodologia, como deve ser a abordagem, explicações de como vão ser as condutas, a informação de que existem tratamentos que vão melhorar a qualidade e prolongar a vida”, explicou a coordenadora da Vigilância em Saúde, Julia Vaz.

O acompanhamento e acolhimento imediatos de um paciente que recebe o diagnóstico positivo para a doença é de extrema importância, como pontua Vaz.

“O profissional lá na sua Unidade, de repente, se depara com um paciente HIV positivo e ele não pode dar a notícia e deixar o paciente sair sem ter um amparo. O tratamento, logicamente, não é feito na Atenção Básica, mas ele precisa ser bem acolhido e ter todo apoio e ser encaminhado ao SAE para que sejam tomadas as medidas necessárias. A importância da capacitação é fornecer um suporte os profissionais para saberem agir caso aconteça algo nesse sentido”, complementou Júlia.

O curso, que teve como público alvo médicos e enfermeiros da Atenção Básica, foi ministrado pelo gineco-obstetra do Hospital Municipal Alfredo Barbosa, Otávio Pinho. O conteúdo explorado na palestra incluiu questões relativas ao acolhimento, ao aconselhamento e à testagem para HIV, Sífilis e Hepatites.

“Com a pandemia, os casos de IST’s e Aids foram um pouco esquecidos e hoje precisamos reforçar a questão da testagem, dar uma sacudida no Serviço de Atendimento Especializado para atender a população de Cabedelo. Precisamos ver que, além da Covid-19, temos as arboviroses, HIV/aids e outras patologias, cujos casos não pararam de acontecer. É urgente retomar as rédeas da saúde pública e prestar atenção a outros problemas de saúde que acometem a população”, disse a palestrante.

Compartilhar