Dia D Municipal lembra importância de prevenção e combate à Diabetes  

 

A Secretaria de Saúde de Cabedelo (Sescab) realizou, nesta quinta-feira (29), o Dia D Municipal de combate e prevenção à Diabetes. A iniciativa teve por objetivo alertar a população sobre as causas, tipos, prevenção e tratamento da doença.

O evento aconteceu na Policlínica Municipal e contou com a oferta de testes rápidos, verificação de pressão, teste de glicemia, avaliação nutricional e distribuição de folders explicativos sobre a doença e seus efeitos. Quem compareceu, também teve acesso à minipalestra com nutricionista e psicólogo.

A diabetes é uma doença crônica não transmissível, que ocorre quando o pâncreas não produz insulina suficiente ou quando o corpo não consegue mais utilizar de maneira eficaz a insulina que produz.

“A diabetes é hoje um dos males que mais causam problemas na saúde mundial. Ela é silenciosa, e se não tivermos cuidados temos complicações e fica muito caro tratar um paciente diabético na fase tardia. Por isso, a importância da prevenção e do acompanhamento dos pacientes pela rede publica”, declarou o secretario da Saúde, Murilo Wagner Suassuna.

De acordo com a diretora da Policlínica Municipal, Gabriela Azevedo, a propositura estabelece que, entre os meses de novembro e dezembro, sejam intensificadas as campanhas de esclarecimento sobre a doença. A ação teve inicio pela Policlínica, mas a intenção é que toda a rede de atenção à saúde se engaje nessa campanha.

“Como temos um público amplo e uma grande demanda de atendimentos, começamos pela Policlínica a iniciativa do Dia D, mas ela engloba toda a rede de saúde. É muito importante promover o conhecimento da população acerca de uma doença silenciosa e que acomete muitas pessoas, para que elas procurem os serviços e se previnam”, comentou a diretora da Policlínica Municipal, Gabriela Azevedo.

A Policlínica oferece atualmente atendimento de acompanhamento com base no cartão específico, atendimento com endocrinologista e nutricionista, bem como a distribuição de medicação. Além disso, os pacientes também são assistidos nas unidades de Saúde e, em casos de detecção da doença, são encaminhados ao Laboratório Central (Lacen) para a realização de exames mais específicos.

A empregada doméstica Josineide Martins de Lima, moradora de Intermares, compareceu à Policlínica para se submeter a outro exame, mas ao ver as atividades do Dia D, resolveu participar.

“Vim a Policlínica fazer exame de mama e vi que estavam fazendo exames aqui, e resolvi fazer os testes rápidos. Fiz e deu tudo normal. É muito bom ter ações como essa. Fui bem atendida, uma equipe preparada e bem educada”, disse.

Compartilhar