Em Cabedelo, Igrejas celebram o Dia Municipal do Evangélico com louvor e adoração na Praça Getúlio Vargas

Louva Cabedelo aconteceu neste sábado e contou com todo o apoio da Prefeitura

Fiéis de 15 congregações foram à Praça Getúlio Vargas neste sábado (28) para mais uma edição do Louva Cabedelo, evento que marcou as comemorações pelo Dia Municipal do Evangélico (Lei 1.278/2006).

Organizado pela Associação de Pastores de Cabedelo (APEC), o evento contou com todo o apoio logístico da Prefeitura Municipal de Cabedelo, e teve como atração principal a banda Ida e Anuncia.

A programação do Louva Cabedelo começou às 18h, com a Oração Inicial, seguida pelo Ministério do Louvor (Igreja Unidos em Cristo); Oração Gratidão pelo evento; e Recitação do Tema (Divisa e Louvor). Em seguida, subiram ao palco os cantores gospel Joel Guilherme, Sidney Jordão, Lucas Paulino, Sara Lima, Ejiel Santos, Pastor Joilton e a Banda Ida e Anuncia.

O pastor Marcos Dantas, presidente da APEC, um dos responsáveis pelo organização do evento, ressaltou a importância da celebração.

“Essa iniciativa tem origem nas comunidades… Nosso pensamento é levar a palavra de Deus para todos os recantos e celebrar essas conquistas: a criação da associação, o dia municipal do evangélico e a realização do Louva Cabedelo. Os nossos projetos têm tirado pessoas das drogas, da prostituição e trazido muita paz para a nossa cidade. Louvamos a Deus por todos que fazem a Prefeitura de Cabedelo por todo apoio que nos deram”, destacou Marcos Dantas, que é pastor na Igreja Evangélica Missionária Unidos do Brasil.

Para a realização do Louva Cabedelo, a Prefeitura ofereceu, além da contratação das bandas, apoio logístico, de estrutura e divulgação.

A professora Anick Caroline, moradora do bairro de Camboinha, prestigiou e comentou sobre o caráter do evento. “O dia do evangélico é uma data especial e o louvor foi maravilhoso, uma linda mensagem para o nosso povo. Estavam aqui representantes de diversas congregações. O evento simboliza unidade e união, então é isso que deve prevalecer”, concluiu.

 

Compartilhar