Escola Municipal Maria Pessoa recebe projeto Minha Escola Tem Cordel

Professores, supervisores e alunos participaram de formação ministrada pelo cordelista Beto Brito

A Secretaria de Educação de Cabedelo (Seduc) realizou, nesta segunda -feira (26), a 3ª formação do projeto “Minha Escola Tem Cordel”. A iniciativa, que tem por objetivo gerar o interesse e incentivar a produção de literatura de cordel nas escolas da rede municipal, aconteceu na Escola Maria Pessoa, no Centro, e reuniu professores e alunos da unidade.

Os encontros de formação, coordenados pelo cantor e cordelista Beto Brito, visam habilitar professores, supervisores e alunos para o desenvolvimento do projeto em suas respectivas unidades.

“Nosso objetivo com a formação é que profissionais e alunos se tornem multiplicadores dessa arte que resgata um elemento marcante da cultura nordestina, trabalhando a essência dessa manifestação que remete a nossas raízes e, consequentemente, gerando a sua produção. São 6 escolas da rede envolvidas no projeto, em que os alunos já estão empenhados na produção e construindo seus cordéis”, declarou a secretária de educação, Márcia Oliveira

Todo processo de formação tem por objetivo fazer com que a produção de cordéis se expanda e que, ao final do ano, na culminância do projeto, essa produção possa ser mostrada ao público. A pretensão é que a produção venha a compor uma coletânea de cordéis dos alunos autores.

“A iniciativa é um projeto de formação infanto-juvenil com o propósito de fazer com que os nossos adolescentes descubram ou redescubram a arte da literatura de cordel. Pretendemos levar para eles a essência do cordel. Que eles saibam onde o cordel nasceu, compreendam seus fundamentos, a forma como se escreve, seguindo as regras que são bem definidas. Quem sabe, um dia, eles venham a ser grandes cordelistas”, explicou Beto Brito.

 

Compartilhar