Guarda Metropolitana de Cabedelo recebe kits de dispositivos elétricos incapacitantes

Armas não letais buscam a incapacitação temporária do indivíduo que precisa de contenção

O prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo Castelliano, entregou, nesta terça-feira (21) 10 kits de dispositivos elétricos incapacitantes, modelo Spark Z 2.0, à Guarda Metropolitana de Cabedelo.

As armas não letais entregues são projetadas visando a incapacitação temporária do indivíduo que precisa de contenção, colocando à disposição dos agentes a possibilidade de poder empregar a força de forma progressiva, reduzindo-se as situações nas quais o uso da arma de fogo seja necessário.

Foram investidos na aquisição mais de R$ 65 mil, oriundos de verba parlamentar, através de emenda do deputado federal Julian Lemos. A meta é que sejam adquiridos mais 10 kits este ano, com recursos próprios do município.

“Desde que assumi a gestão tenho priorizado, entre outras coisas, o investimento em equipamentos para melhoria de nossos serviços. A segurança é uma dessas prioridades e me sinto feliz em poder, cada vez, mais contribuir para termos uma Guarda Metropolitana equipada e com agentes preparados para proporcionar segurança e levar mais tranquilidade à nossa população. Esses equipamentos hoje entregues são aquisições que, com certeza, trarão mais qualidade aos serviços, com agilidade e ação não letal quando forem exigidos”, destacou o prefeito Vitor Hugo.

Além das armas, a Guarda também recebeu um moto Honda 700 cc, doada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que vai auxiliar no trabalho ostensivo pela cidade.

“Esta aquisição é de extrema relevância para Cabedelo, pois visa implementar o uso de tecnologias não letais em favor do serviço preventivo e ostensivo, que muitas vezes necessita do emprego de um nível menor de força, conforme as diretrizes internacionais do uso proporcional, seletivo ou diferenciado da força”, ressalta o secretário de Segurança e Comandante Geral da Guarda Metropolitana, Magalhães Lourenço.

Compartilhar