II Copa Missinho de Futebol Amador é aberta em Cabedelo

Catorze equipes e mais de trezentos atletas participam da competição

A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por meio da Secretaria de Esportes, Juventude e Lazer (Sejel), deu início, no sábado (6), à 2ª edição da Copa Missinho de Futebol Amador, no Estádio Francisco Figueiredo de Lima.

A iniciativa homenageia um dos principais ex-jogadores da história do futebol cabedelense, Edmilson do Nascimento Trigueiro (In Memorian) – mais conhecido como Missinho. A Copa, promovida pela última vez em 2018, mobiliza equipes de futebol amador com jogadores de todos os bairros da cidade e se estabelece no calendário futebolístico local.

O pontapé inicial foi dado com duas partidas: Flamengo de Poço 0 x 4 Flamengo de Camalaú; e Monte Castelo 0 x 3 Vila Sport Clube. Até o dia 12 de fevereiro, o público que gosta de futebol poderá acompanhar todas as 25 rodadas de uma competição que envolverá 14 equipe, com jogos todos os sábados. A arbitragem foi contratada pela Sejel junto à Liga Cabedelense de Desportos e a Associação de Árbitros Independentes (Arbin).

O secretário de Esporte de Cabedelo, Maurício Santos, ex-parceiro de Missinho nos campos, falou sobre a iniciativa e ressaltou a importância da copa e do jogador para o esporte local

“A Sejel vem tentando fomentar a prática de vários esportes em Cabedelo. Isso porque os jovens necessitam de uma ocupação a mais no dia a dia, fazendo com que muitos se livrem de tantos males que assolam nossas famílias, além de incentivá-los no caminho da profissionalização esportiva. Neste sentido, qualquer modalidade esportiva é importante, e o futebol é um grande vetor. Além disso, essa atual gestão municipal está sempre de portas abertas para homenagear os seus grandes ídolos, e com Missinho não foi diferente. Ele foi um grande ícone para o esporte local e eu tive o privilégio de compartilhar com ele dentro e fora de campo grandes emoções e jornadas. Me emociono em lembrar dele, pois foi embora cedo quando ainda tinha tanta coisa pra passar pra essa juventude. A Copa Missinho vem fazer memória para que os mais jovens que não o conheceram ou o viram jogar possam sentir um pouco dessa experiência”.

Maurício, que também já passou por grandes equipes do futebol nacional como jogador e técnico, lembrou de outros nomes do futebol cabedelense: “Espero que os jovens consigam mostrar o seu talento, pois o público vai acompanhar e os olheiros também. Ficamos sempre na expectativa que algum deles possa alçar voo e despontar para grandes equipes. Vários jogadores já saíram desses campeonatos amadores, eu sou um deles, assim como Missinho, e outros grandes nomes como Ramos, Lico, Clóvis, Santos, etc.”

A família de Missinho, lisonjeada pela homenagem da Prefeitura de Cabedelo, esteve representada na abertura da 2ª edição da Copa, por Edir Trigueiro, ex jogador e pai dos saudosos Missinho e Val, e que também passou por equipes como Nacional de Cabedelo, 5 de Agosto e Santa Cruz de Santa Rita.

“Essa gestão tem carinho com o nome de Missinho e está eternizando seu nome. Ficamos felizes e achamos isso muito bom! Ele era um craque de bola e a sua história é muito importante para o nosso futebol. Somos gratos por tudo isso, até mesmo porque Maurício foi um grande amigo dele, além de companheiro no futebol e isso nos emociona demais”, agradeceu Edir.

Equipes e Premiação – O Santos Futebol Clube vai defender o título de campeão da Copa Missinho contra outras 13 equipes: Flamengo de Poço, Flamengo de Camalaú, Monte Castelo, Vila Sport Clube, Camalaú, Grêmio Renascer, Itatubence, Jacaré Futebol Clube, Jardim Manguinhos, Atlântico, Real Bongi, Paris Renascer, Cruzeiro de Jacaré. A copa Missinho premiará com troféus e medalhas, além de um incentivo financeiro de R$ 2 mil e R$ 1 mil, respectivamente para primeiro e segundo colocados.

O secretário adjunto de Esporte, Almir Mendes, falou sobre a logística da competição e sobre toda estrutura do evento agradecendo o apoio das Secretarias municipais e da atual gestão.

“Estamos promovendo uma competição com mais de trezentos atletas inscritos, em que todos os profissionais da Sejel se envolvem na logística. E pra isso nós contamos também com os serviços de arbitragem que foram contratados e com a presença da Polícia Militar, através do Corpo de Bombeiros, e de profissionais de diversas áreas das secretarias de Comunicação, Saúde, Segurança, Mobilidade Urbana, Infraestrutura e Defesa Civil” ressaltou Almir.

CONFIRA A TABELA DE JOGOS

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab

Baixar arquivo [27.94 KB]

Homenageado – Edmílson do Nascimento Trigueiro, mais conhecido como Missinho (1975 -2014), atuava como atacante, que além dos times locais como Nacional de Cabedelo, teve passagens pelo Botafogo (PB), Auto Esporte (PB), Sampaio Correia (MA), Avaí (SC), Ituano (SP), Caldense (MG) e Cruzeiro (MG). Foi, contudo, no CSA (AL) onde obteve o maior destaque, ao realizar uma grande campanha com o time na Copa Conmebol de 1999. O CSA ficou com vice-campeonato e Missinho foi artilheiro com 4 gols marcados.

No dia 26 de agosto de 2014, aos 39 anos de idade, Missinho faleceu em Cabedelo, vítima de um câncer do estômago.

07

Compartilhar