Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Cabedelo apresenta prestação de contas de 2021

O Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Cabedelo (PB), realizou, nesta sexta-feira (27), no Teatro Santa Catarina, a Audiência Pública 2022 de Prestação de Contas referente Exercício 2021.

Na ocasião, foram apresentados dados referentes à Gestão Previdenciária que abrange os pilares: Atuarial 2021, Financeiro, Orçamentários, Contábeis, Investimentos, Programa Pró-Gestão, e Órgãos Colegiados.

A prestação de contas é uma ferramenta de transparência e de controle social dos atos administrativos, orçamentários e financeiros de uma organização pública.

A prestação de contas envolveu temas importantes que fazem parte da rotina do Ipsemc, como a realização do Recenseamento Previdenciário pelo mês de aniversário (com o advento do e-Social será feita nova atualização censitária); alterações no empréstimos consignados; a implantação do atendimento online ou por agendamento; o retorno do atendimento presencial; e a utilização das redes sociais como ferramenta de comunicação e participação.

“Nos dois últimos anos, devido à pandemia de Covid, o alcance de metas do instituto ficou prejudicado, ocasionando cenários negativos em vários aspectos, contudo, não perdemos o ânimo de batalhar para que a previdência municipal consiga alcançar a excelência tão sonhada por todos nós. Temos um governo muncipal que vem desenvolvendo uma gestão excelente em todos os aspectos, inclusive, em relação a nós, servidores, pois todos os repasses estão em dia”, pontuou a diretora do Ipsemc, Léa Praxedes.

O Ipsemc é conhecido nacionalmente por sua excelência, e possui a Certificação Nível III no Programa de Certificação Nacional do Ministério da Previdência –  Secretaria de Previdência.

“Alcançar esse nível de excelência foi resultado de todo um trabalho efetuado em todas as dimensões do programa que envolve controle interno, a governança corporativa em todas as suas dimensões e a educação previdenciária”, concluiu Léa.

 

Compartilhar