No Dia Nacional da Visibilidade Trans, Prefeitura de Cabedelo destaca atendimento especializado para toda a população LGBTQI+ do município

No dia em que se comemora o Dia Nacional da Visibilidade de Transexuais e Travestis – 29 de janeiro – a Prefeitura Municipal de Cabedelo lembra os serviços assistenciais e humanizados oferecidos através da Secretaria de Assistência Social (Semas).

A pasta realiza um atendimento especializado para todo o público LGBTQI+, que vai desde seu acolhimento até encaminhamento para acesso a benefícios, como documentação, Bolsa Família, Acessuas, dentre outros.

Além disso, a Semas também mantém uma parceria ativa com o Centro Estadual de Referência dos Direitos LGBT e Enfrentamento a LGBTFOBIA da Paraíba. Através dela, são oferecidas assessoria jurídica, atendimento psicológico, de direitos humanos e Referência para o Ambulatório de Saúde integral para Travestis e Transexuais TT/CHCF, que funciona como porta de entrada para usuários que buscam ingressar no processo Transexualizador no Ambulatório TT/CHCF, localizado em João Pessoa.

“A visibilidade é um elemento importante para que a sociedade saiba que os trans existem, que são seres humanos iguais a qualquer outra pessoa e, por isso, têm os mesmos direitos, embora muitos desses direitos ainda sejam negados exclusivamente em função da identidade de gênero de transexual ou travesti. Em Cabedelo, nosso principal desafio, hoje, é não apenas garantir leis que assegurem os direitos, mas, sobretudo, avançar nas politicas publicas voltadas para  toda a população LGBT”, destaca a secretária da Semas, Cynthia Denize Silva Cordeiro.

O Dia da Visibilidade Trans – 29 de janeiro –  tem sua origem no lançamento de uma campanha do Ministério da Saúde voltada para a promoção do respeito e da cidadania da população travesti e transexual. A campanha “Travesti e Respeito”, lançada no dia 29 de janeiro de 2004, foi idealizada em parceria com o movimento de travestis e transexuais do Brasil e é considerada a primeira iniciativa nacional contra a transfobia no país. Por isso, desde então, o dia 29 de janeiro é datado como um dia que marca a visibilidade de travestis e transexuais e suas lutas por direitos, incluindo-se o direito à saúde, reconhecimento e respeito.

Para mais informações, a Semas disponibiliza o telefone (83) 3250.3168.

Compartilhar