OUTUBRO ROSA Prefeitura de Cabedelo realiza mutirão de ultrassom mamária na Policlínica Municipal

Foram disponibilizados 60 vagas, entre a manhã e a tarde, para mulheres previamente cadastradas

A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por meio da Secretaria de Saúde (Sescab), realizou, nesta quarta-feira (19), o Mutirão de Ultrassom Mamária em alusão ao Outubro Rosa. A ação aconteceu na Policlínica Municipal Leonard Mozart durante todo o dia.

Foram oferecidas 60 vagas, distribuídas entre a manhã e a tarde. Tiveram acesso aos exames as usuárias que realizaram o agendamento prévio em suas respectivas Unidades de Saúde da Família.

Além desse Mutirão, a campanha Outubro Rosa, que busca a conscientização sobre a importância da prevenção do câncer de mama, também prevê a oferta de mais ultrassons no dia 26, na Quadra do Renascer III, em uma iniciativa conjunta com a Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPM).

“Cabedelo realiza hoje a segunda etapa da campanha do outubro rosa no município; Estamos ofertando 60 exames de ultrassonografia mamária para as munícipes, sendo 30 no horário da manhã e mais 30 à tarde. Essa ação faz parte dessa campanha tão importante de prevenção ao câncer de mama que marca o calendário anual da saúde”, comentou a diretora da Policlínica Karine Garcia.

Dárcia Batista, 55, moradora do Jacaré, se encontrava entre as mulheres que buscavam realizar o exame e falou sobre a importância da prevenção no caso do câncer de mama.

“A procura pelos exames é importante porque muitas vezes não sabemos nem realizar o toque direito. Já tive pessoas na família que faleceram devido ao câncer de mama e, talvez, exatamente pela falta do autoexame. Sabemos que nesse exame não é fácil detectar alguma coisa por ser muito no início, então a ultrassonografia e a mamografia podem ajudar a descobrir bem precocemente e permitir o tratamento adequado. Prevenção é tudo. Aconselho as mulheres que procurem fazer o autoexame e outros preventivos, pois são fundamentais  e, efetivamente, salvam vidas”,  declarou.

Exame – A ultrassonografia, assim como o autoexame e a mamografia, constitui o rol de métodos recomendados para a prevenção e diagnóstico de alterações mamárias. De acordo com especialistas, o exame não substitui a mamografia, mas também é muito importante na detecção de alterações mamárias variadas. Nele, o aparelho de ultrassom trabalha com ondas sonoras de alta frequência, que proporcionam imagens da estrutura interna dos órgãos do corpo, como a mama.

Nódulos, cistos, secreções nos mamilos, espessamento do tecido mamário, entre outras alterações, são visíveis pelo exame. A indicação para mulheres que nunca tiveram nenhum problema mamário é fazer ultrassom uma vez por ano a partir dos 25 anos.

Compartilhar