Parada LGBTQI+ enche as ruas de Cabedelo de amor, respeito e união

Evento reuniu diversas atrações na Praça Getúlio Vargas sobre o tema “Somos tão fortes quanto o Forte”

O colorido, a irreverência, a alegria e, sobretudo, a luta pela igualdade e pelo respeito deram o tom à 1ª Parada LGBTQI+ realizada em Cabedelo, neste sábado (31). Dezenas de militantes e apoiadores do evento foram à Praça Getúlio Vargas para levantar a bandeira do amor, em um evento que contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Cabedelo.

Com o tema “Somos tão fortes quanto o Forte”, a Parada buscou a conscientização e a importância do movimento na sociedade cabedelense, além de disseminar o respeito a todos que fazem parte da comunidade LGBTQI+. O evento teve como atrações principais a cantora Anny Alves e o Dj Eric Furni, além de shows e performances durante toda a sua programação.

“O cidadão tem que respeitar cada um na sua individualidade, e um evento como esse traz para Cabedelo um outro momento, de afirmação de cada tribo, causando a percepção de que é preciso caminhar respeitando o espaço de cada um. Estamos vivendo um nova fase na nossa cidade, transformando em um caldeirão de diversidade e chamando as pessoas para serem mais participativas, não só na política, mas em manifestações sociais como esta”, destacou o vice-prefeito Aguinaldo Silva.

A Prefeitura Municipal de Cabedelo ofereceu todo o apoio para a realização da Parada. Durante o evento, foram realizados testes rápidos para Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e distribuição de preservativos. Estiveram envolvidas as Secretarias de Assistência Social; Cultura; Turismo. Comunicação; Transporte; Saúde; Mobilidade Urbana; Infraestrutura; Meio Ambiente e Guarda Metropolitana. Além delas, também estiveram engajados no evento a Câmara Municipal de Cabedelo e as Policiais Civil e Militar.

“Esse é um marco para a história social de Cabedelo, que pela primeira vez realiza essa mobilização pelo respeito, pela união e pela inclusão da comunidade LGBTQI+ na sociedade. Temos atuado dentro da Prefeitura por políticas públicas voltadas à inserção de todos no mercado de trabalho e, sobretudo, buscando o respeito e a valorização de nossos direitos como cidadãos que somos ”, disse a coordenadora do setor LGBTQI+ na Secretaria de Assistência Social e idealizadora da Parada, Samantha Scaranz.

A 1ª Parada LGBTQI+ de Cabedelo teve como atrações: Samantha Scaranz, Miss João Pessoa, Priscila Lins; Rosivaldo, o Vagabundo do Amo; Dj Misandri; Dj Lola Windy; Miss Paraíba Gay versão Nordeste, Daphy; Miss Paraíba Gay Universo, Bruna Lins; Cauã Castro (1º homem Trans de Santa Rita); Lolita Chocolate; Yasmin Marchiori; a cantora Anny Alves; Samantha Dávilla Star; e Mc Paquito.

“Nós temos que nos respeitar, primeiramente, para que as pessoas possam ver que nós merecemos respeito. Eu acho muito importante esse tipo de evento porque nos ajuda a ter força e mostra que nós somos iguais a todo mundo. Como artista, foi muito especial estar aqui. Eu estou começando agora na carreira musical e essa oportunidade foi importante e especial. Melhor do que imaginei”, disse um dos participantes, Thor.

“É importante essa credibilidade que Cabedelo está dando ao público LGBT. É importante que as pessoas quebrem esse paradigma que existe em cima do público LGBT. As pessoas criam um padrão e essa parada vem fortalecer, quebrar visões, paradigmas. Mostrar que são pessoas normais, que estudam, trabalham, têm famílias e merecem respeito. Essa valorização é importantíssima, mediante a tanto preconceito que a gente sofre! O LGBT merece credibilidade”, completou a DJ Lany Fronte.

Com muita organização e respeito, a Parada reuniu diversos setores da sociedade. Todos pela defesa do amor e buscando respeito acima de tudo.

“Precisava de evento dessepara poder fortalecer as pessoas daqui. É importante porque dar força para as pessoas que, por algum motivo, não se revelaram ainda. E termina sendo apoio para as pessoas que também não são daqui, mas são de João Pessoa, por exemplo, e se sentem fortalecidas e representadas com um evento desse”, comentou a YouTuber Luana Silva, de João Pessoa.

“Todo mundo tem direito de se expressar e viver num lugar em que as pessoas tenham respeito, inclusive pela opção sexual das outras. Esse evento incentiva esse respeito e, além disso, influencia as pessoas a amar mais, e mostrar que o amor sempre vai vencer, vai ser maior que tudo”, finalizou o estudante Iverson Silva, do bairro de Jacaré.

 

Compartilhar