Prefeitura de Cabedelo encerra mês em homenagem às mulheres com lançamento de campanha contra violência doméstica

Ao longo de todo mês foram realizadas ações em alusão ao Dia Internacional da Mulher – 8 de março

O mês de março é reconhecido mundialmente como o mês da mulher, em razão ao Dia Internacional da Mulher – 8 de março. Para fechar a programação alusiva à data, a Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por meio da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPM), apresentou, nesta terça-feira (30), um vídeo sobre violência doméstica contra mulher.

O material, produzido pela Cabedelo TV, da Secretaria de Comunicação Social e Institucional (Secom), mostra como pedir socorro frente à violência doméstica com apenas um gesto simples: o de abrir a palma da mão e esconder o polegar sob os dedos.

A ideia do vídeo é disseminar um sinal discreto com as mãos para que as vítimas possam falar dos abusos que sofrem durante uma chamada de vídeo, por exemplo. O vídeo, idealizado pela primeira dama do município Daniella Ronconi em parceria com a SEPM e a Secom, foi inspirado na campanha #signalforhelp, que tem ganhado força em todo o mundo desde 2020, e significa: “Preciso de ajuda, violência baseada em gênero”.

No material audiovisual produzido pela Secom, uma mulher conversa com outra por vídeo. Em dado momento, ela emite um sinal para amiga, abrindo a mão, fechando o dedo polegar e depois os quatro dedos. Esse é um sinal de denúncia contra violência doméstica.

“Esse mês foi marcante para todas as mulheres cabedelenses e a gestão fez questão de frisar isso em cada ação realizada. Para fechar esse mês comemorativo de forma especial, lançamos e divulgamos esse vídeo para todos. Como advogada, já acompanhei muitos casos de violência doméstica em que fiquei estarrecida. Já existia um sinal, mas este não era discreto e se tornava perigoso para as mulheres. Por isso idealizamos esse material. Quando a ideia é boa, temos que copiar, e o nosso município é pioneiro com essa campanha aqui no Brasil. Aproveito a oportunidade para parabenizar à equipe da Secom, em especial à Cabedelo TV. É um material fantástico para a defesa das mulheres e que temos que levar ao conhecimento de todos. E também pode ser utilizado para denunciar qualquer tipo de violência doméstica. Se a gente demonstra que aqui em Cabedelo a gente combate com veemência essa violação, os agressores vão pensar duas vezes antes de agirem aqui”, destacou a primeira-dama do município, Daniella Ronconi.

Ao longo de todo mês, a SEPM promoveu ações e atividades para marcar o 8 de março, que envolveram as mulheres assistidas por todos os programas desenvolvidos pela pasta.

“Agradecemos a todos pela participação nas ações que conseguimos desenvolver durante este período, em especial, no dia de hoje, no lançamento dessa campanha idealizada pela primeira-dama. Apresentamos um sinal que será um grande aliado no combate à violência doméstica. Esta será mais uma forma da mulher se livrar desse tipo de agressão, por isso a divulgação e o conhecimento são de extrema importância, principalmente, nos órgãos públicos, que são portas de entrada desse tipo de ocorrência. Fico muito feliz em estar na SEPM neste momento, especialmente agora que temos uma equipe multidisciplinar na nossa pasta”, ressaltou a secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Priscilla Rezende.

O evento de lançamento da campanha contou com a presença da Guarda Metropolitana Gilma Meneses, responsável pela Ronda Maria da Penha em Cabedelo; e da delegada da Delegacia Especializada no Atendimento às Mulheres de Cabedelo (DEAM). Ivanise Olímpio.

“O nosso trabalho na delegacia é intenso. Recebemos toda e qualquer denúncia e orientamos, mas somos restritos a atender violência doméstica devido à demanda, que é avassaladora. Em 4 anos, não tivemos nenhum feminicídio e isso prova que estamos lidando intensamente no combate à violência doméstica. Sei que a porta principal é nossa, mas a sociedade como um todo é partícipe dessa situação, pois qualquer pessoa pode denunciar um ato de violência. Por isso essa campanha é importante. A delegacia está aberta das 8h às 18h e, depois disso, temos o plantão na Central de Flagrantes. Ainda colocamos à disposição o disque 180 por 24 horas. Estamos à disposição. Mulheres unidas jamais serão vencidas”, concluiu a delegada.

 

Compartilhar