Prefeitura de Cabedelo realiza evento em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Fumo – 29 de agosto

Ação coordenada pelo Caps AD Cabedelo reforça ao combate ao vício e mostra o trabalho que é realizado com os usuários

A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por meio da Secretaria de Saúde (Sescab), realizou, nesta segunda-feira (29), evento em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Fumo. A iniciativa do CAPS – AD, além de marcar a passagem da data, constituiu uma oportunidade de oferecer alguns serviços aos usuários e promover campanha de esclarecimento sobre os males do uso do fumo nas condições de saúde.

A programação do evento constou de um uma roda de conversa sobre as consequências do uso do fumo para a saúde e o tratamento, com a enfermeira Rossana Elizabeth de Figueiredo Lobo e a psicóloga Verônica de Lourdes Pereira. A ação marcou a abertura oficial do grupo de tabagismo CAPS AD – Cabedelo e também foram oferecidos teste de glicemia e aferição da pressão arterial aos usuários.

“Estamos realizando, hoje, a abertura oficial do nosso grupo de tabagismo, visando a extinção do hábito do cigarro na vida das pessoas. Temos um quadro de usuários que fazem uso exagerado do fumo e o grupo teve uma adesão muito boa, com pessoas realmente dispostas a se submeter ao tratamento e largar o vício. O cigarro é uma droga lícita que mata muito e é importante todos os serviços estarem realizando esse chamamento, trazendo esses grupos para dentro, e fomentando essa ideai. Esse dia também é uma oportunidade de chamar usuários dos serviços, assim como toda a população, para o combate ao fumo”, declarou a diretora do Caps/AD, Valéria Gonçalves.

A enfermeira Rossana Lobo também destacou a importância da data e da necessidade que há de se trabalhar pontualmente essa questão, sensibilizando, dando atenção e disponibilizando a medicação complementar para o tratamento e consequente abandono do vício.

“É um momento de conscientização. A maioria das pessoas tem conhecimento sobre os malefícios do cigarro à saúde, mas no dia a dia acaba esquecendo disso, por isso o chamamento que a data suscita acaba motivando eles a pensarem nessa questão e, ao menos, diminuírem o uso da nicotina. Tentamos com o trabalho sensibilizar, fazer com que cada um olhe para dentro de si, no sentido de prevenção e cuidado com a própria saúde, bem como promovendo um acompanhamento especializado”, comentou.

Grupo de Tabagismo – O grupo de Tabagismo CAPS AD Cabedelo foi criado com o objetivo de promover internamente um trabalho voltado ao combate do uso indiscriminado do fumo por parte dos usuários. O grupo já vem funcionando há alguns meses e, de acordo, com a direção tem obtido uma adesão muito boa é contabilizado uma taxa de sucesso.

“Temos muitos usuários que fumam e um desafio: é uma tarefa difícil combater o vício, assim como é difícil para eles largar o cigarro, pois a dependência é grande e eles ainda enfrentam a ansiedade quando tem que diminuir o consumo. Estamos sentindo que a adesão tem sido boa. Do último grupo que nós fizemos, de 8 componentes, 3 conseguiram ou diminuir ou parar de fumar e isso é muito gratificante para nós e para eles, particularmente, deixar de fumar é um ganho muito importante”, destacou a enfermeira Rossana Lobo.

O trabalho se baseia na realização de rodas de conversa para sensibilização dos usuários, no acompanhamento progressivo do fumante, no encaminhamento para análise mais específica e no fornecimento de adesivos e medicamentos complementares.

“Já desenvolvemos esse trabalho há praticamente 4 meses e a dinâmica dele é baseada em rodas de conversa e assistência mais especializada durante toda a semana. Depois da participação em 4 reuniões, caso precisem de ajuda medicamentosa, eles são encaminhados ao médico para prescrição. O Sus disponibiliza um adesivo que ajuda no tratamento”, explicou a psicóloga Verônica Pereira.

A Prefeitura Municipal de Cabedelo, por meio da Secretaria de Saúde do Município, ainda disponibiliza à população cabedelense outros grupos de apoio para o combate ao tabagismo. As atividades fazem parte de um programa contínuo de promoção à saúde, que antes funcionava na Policlínica e, agora, está sendo distribuído para as Unidades de Saúde da Família, visando viabilizar o acesso do usuário.

Atualmente, o acompanhamento aos grupos de fumantes estão sendo realizados uma vez por semana nas Unidades de Saúde da Família do Centro, João Roberto Borges, Camalaú e Recanto do Poço, além dos Caps Porto Cidadania e Caps AD Primavera. Os interessados devem procurar as enfermeiras de uma dessas unidades para integrar um desses grupos.

“A ideia é ampliar o atendimento para todas as USF’s, facilitando o acesso ao usuário. O fumo está associado a muitas doenças e nossa equipe está à disposição para mostrar que é possível largar o vício. Independente do tempo de exposição, parar de fumar só trará benefícios à saúde física e mental”, destacou Jordana Maia, Coordenadora das doenças não-transmissíveis da Vigilância em Saúde.

Data Nacional – O Dia Nacional de Combate ao Fumo, celebrado em 29 de agosto, tem como objetivo reforçar as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população para os danos sociais, políticos, econômicos e ambientais causados pelo tabaco. Criado em 1986, a data inaugura a normatização voltada para o controle do tabagismo como problema de saúde coletiva.

Compartilhar