Prefeitura de Cabedelo vai disponibilizar transporte para artesãos que irão participar do Salão de Artesanato Paraibano 2022

Para ter acesso às vagas, é necessário um cadastramento online

A Prefeitura de Cabedelo, por meio das Secretarias Municipais de Transporte (Setrans), Cultura (Secult), irá disponibilizar transporte para os artesãos que irão participar do 33º Salão de Artesanato da Paraíba, entre os dias 12 de Janeiro a 02 de Fevereiro de 2022.

Durante o período será disponibilizado um micro-ônibus com 26 vagas para conduzir os artesãos até o local do evento. As viagens diárias deverão sair da cidade às 16h, com retorno previsto para as 22h.

O acesso ao transporte será viabilizado via inscrição prévia. Os artesãos que quiserem a vaga no transporte terão que preencher um formulário já disponível através do link https://forms.gle/TiCpwLbY91PMiA2W6.

A disponibilização do transporte foi realizada através de uma parceria entre o Programa Estadual do Artesanato Paraibano e a Secult. A iniciativa também faz parte do Plano Municipal Cabedelo + Criativa e irá atender a artesãos de diversos segmentos do município. Dentre eles, os artesãos do Projeto Ondinas, da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPM), a Rede Criativa Cabedelo e a Associação Farol de Cabedelo.

O Salão –  A 33ª edição do Salão de Artesanato da Paraíba acontece entre os dias 12 de janeiro e 6 de fevereiro, na orla do Cabo Branco, em João Pessoa. De acordo com os organizadores, participarão da 33ª edição do evento cerca de 500 artesãos, de todas as regiões do estado, que vão apresentar ao público a beleza e tradição cultural do artesanato da Paraíba.

Com o tema “Toda arte que vem do mar”, o Salão valoriza e enaltece o trabalho de artesãs que fazem peças com mariscos, conchas, escamas e outros itens relacionados ao mar.

Cabedelo é uma das cidades homenageadas nesta edição do evento, em virtude da peculiaridade de sua produção de artesanato, que privilegia o uso de recursos marítimos para confecção de peças e o mar como inspiração para composição de coleções de vestuário.

O trabalho de artesanato local tem como foco o projeto Ondinas de Cabedelo, coordenado pela Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres, e que é composto por artesãs que trabalham com a escama e a pele do peixe.

“A Secretaria dá apoio a este projeto, que abrange cerca de 10 artesãs que farão parte do Salão de Artesanato Paraibano. Todos os anos a prefeitura realiza cursos de artesanato em várias ramificações de produtos artesanais. E devido ao Salão, também estamos fazendo um mini-curso sobre a escama do peixe para que as artesãs possam fabricar esses produtos especificamente para o evento”, explicou.

Compartilhar