Prefeitura encerra Ano em homenagem ao Mestre Benedito com premiações e apresentações dos vencedores do Concurso Cultural

Em 2020, atividades serão voltadas à memória e à obra da carnavalesca Dona Dora

A Prefeitura de Cabedelo, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seduc), realizou, nesta sexta-feira (20), o encerramento da 6ª edição do Ano Cultural. A iniciativa que, anualmente, lembra personalidades de destaque na vida cultural, educacional e política da cidade teve como homenageado, este ano, o Mestre Benedito, um dos baluartes da manifestação popular nativa conhecida como coco de roda.

A solenidade aconteceu no auditório da Seduc e incluiu na programação, além das apresentações artísticas baseadas na vida e na obra do Mestre, o anúncio dos vencedores em todas as categorias do Prêmio Cultural, nas modalidades Ensino e Comunidade Cabedelense.

Também foi realizada uma homenagem à madrinha da edição 2019, professora Célia Maria Rodrigues de Aguiar, falecida recentemente e que esteve à frente da organização do Ano Cultural nas edições anteriores. Para o próximo ano, as atividades serão concentradas em homenagear a vida e a obra da carnavalesca Doralice dos Santos Miranda, figura pública que deu inúmeras contribuições para a cultura da cidade.

Presente ao evento, o prefeito Vitor Hugo destacou a importância do Ano no desenvolvimento cultural do município, na preservação da memória local e no aporte educativo às escolas do município.

“Ao longo do ano, nossos alunos são motivados e mobilizados a se engajarem em um projeto marcante para a memória histórica da cidade. Essa participação faculta a concepção de inúmeros projetos que desvelam vida, obra e feitos de personagens que, a seu modo, contribuíram para a construção da identidade e do imaginário de uma cidade. Cabedelo mostra sua gratidão a essas pessoas com o incentivo a pesquisa de suas biografias, de sua obra e, consequentemente, de sua passagem e influência na vida da cidade. Essa é uma iniciativa que não pode morrer e, sim, se fortalecer a cada edição para que não esqueçamos nossas origens e o legado daqueles que lutaram por essa terra”, declarou Vitor Hugo.

Os trabalhos premiados nas categorias desenho, pintura, xilogravura, artesanato, textos poéticos e produção em vídeos foram apresentados em vídeo e exposição. Já as produções em teatro e dança foram apresentadas em performances pelos grupos vencedores.

“O Ano Cultural é uma ação que contribui para a efetivação da nossa cultura popular. Temos muito a agradecer o envolvimento e o empenho de educadores e alunos, em um trabalho árduo de maio a dezembro, num processo de construção efetiva do conhecimento. As atividades e as produções contribuem para o fortalecimento de nossa cultura e, hoje, só temos que prestigiar os ganhadores e conhecer suas produções”, declarou a secretária da educação, Marcia Moreira.

A solenidade também contou com a presença de familiares do Mestre Benedito. Filhos, netos e bisnetos do mestre participaram com emoção das homenagens prestadas pelas produções dos alunos.

“É uma satisfação muito grande tanto para mim como para toda a família estarmos participando dessa homenagem e, sobretudo, ter participado da construção de muitos trabalhos nas escolas. Também vivemos horas de emoção ao acompanharmos as apresentações, vendo crianças e jovens nas escolas e creches prestando homenagens ao legado que meu pai deixou. Essa é uma semente que passa de gerações”, declarou a filha do homenageado, D. Terezinha da Silva Carneiro (D. Teca).

Ano Cultural – Durante todo o ano letivo, foram desenvolvidos projetos artísticos, culturais e educativos nas escolas da rede municipal, abordando temas sobre a vida e o legado artístico-cultural do Mestre Benedito. Essas ações abriram espaço de referência sobre arte, envolvendo toda a comunidade escolar, incentivando-se a pesquisa, a produção oral e escrita em situações reais de comunicação.

Os trabalhos protagonizados por estudantes – desde as crianças das creches até os jovens e adultos de EJA –  foram apresentados em mostras culturais na comunidade escolar e no Concurso Cultural.

Além das ações nas escolas e creches municipais, a instituição do Ano Cultural estimula a produção artística, através do Concurso Cultural Prêmio Mestre Benedito, na Modalidade Comunidade Cabedelense, premiando-se diversas manifestações culturais e seus criadores, incentivando novos talentos.

Homenageados – Em sua primeira edição, em 2014, o Ano Cultural rendeu homenagens ao escritor e teatrólogo Altimar Pimentel. Nos anos subsequentes os homenageados foram a professora e contadora de estórias Tia Beta (2015); o compositor Hermes Nascimento (2016); o padre Alfredo Barbosa (2017) e o primeiro prefeito constitucional de Cabedelo, Enivaldo Miranda, em 2018.

CONFIRA OS VENCEDORES DO CONCURSO CULTURAL MESTRE BENEDITO

 

 

Compartilhar