Prefeitura inaugura Centro Cultural Mestre Benedito

A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por intermédio da Secretaria de Cultura (Secult), entregou à população cabedelense o “Centro Cultural Mestre Benedito” – homenageando o mestre cultural José Benedito da Silva Filho. O local, que conta com galeria para exposições, salas de dança, música, teatro e multiuso para usufruto de todas as classes de modalidades artísticas da cidade, funciona em um moderno prédio de primeiro andar, situado à rua Cleto Campelo, em Camalaú.

O Centro Cultural foi inaugurado ao som do hino nacional executado por integrantes do Programa estadual de Inclusão através da Música e das Artes (Prima), que está retomando suas atividades em Cabedelo.

“É uma honra muito grande, enquanto Secretaria de Cultura, fazer a inauguração de um espaço tão importante para nossa classe. Antes de ser secretário eu sou artista e é isso que me emociona. Nós que fazemos cultura, já fomos resistência em muitos momentos de nossa história. O coco de roda é uma referência cultural, tombado como patrimônio imaterial dessa cidade, e os familiares do Mestre Benedito merecem esta homenagem. Onde se fala de Cultura em Cabedelo, se lembra o coco de roda. Aqui será um espaço de Cultura Viva e serão desenvolvidas muitas atividades artísticas para o nosso povo”, disse o secretário de Cultura, Igobergh Bernardo

Durante a primeira visitação pública do Centro Cultural, com a participação dos familiares do Mestre Benedito, ocorreram apresentações de vários artistas, como os  músicos Miro do Sax e Marcos Alcântara, além de apresentações do Ballet Municipal e do grupo cultural de Coco e Ciranda Mestre Benedito, sob o comando de Teca do Côco.

No local, também foi realizada uma explanação sobre a importância da herança cultural deixada pelo Mestre Benedito.

“Eu não estou nem acreditando que isso está acontecendo. Pois nosso pai plantou uma semente, mas já se foi há muito tempo, e hoje é que estamos vendo brotar felicidade com o nome dele sendo eternizado. Além disso, nossa família chegou aqui em 1950 e nunca havíamos visto um prédio voltado especialmente para a cultura na cidade. Agradecemos a Deus e a todos que se empenharam para que isso se realizasse, para nós é uma honra muito grande. Agora temos um local para as pessoas aprenderem cultura”, destacou a mestra cultural Terezinha Carneiro, popularmente conhecida como Teca do Coco, filha do Mestre Benedito

Estrutura – Com investimentos na ordem de R$ 816.261,43, o moderno Centro Cultural Mestre Benedito possui uma área construída de 600m². A área externa frontal conta com estacionamento com 9 vagas, sendo 4 para pessoas com deficiência; pavimento térreo conta com galeria, recepção, copa, sala multiuso, sala administrativa, sala da direção e três lavabos (de funcionários, masculino e feminino), além do pátio coberto e de uma praça de eventos com 390m², com bancos, arquibancada e jardins.

Já o pavimento superior contém uma sala dos professores, uma sala de dança de 60m² e duas salas multiuso, que serão aproveitadas pelas oficinas de música e teatro.

O prédio também abrigará a sede administrativa da Secult, que conta com o corpo técnico de aproximadamente 30 funcionários.

Atividades – A atividades do Centro Cultural já estão à disposição da população, inclusive, com a realização das oficinas promovidas pelo projeto Cultura Cidadã, que conta aproximadamente 150 pessoas.

A galeria de arte também já conta com uma exposição permanente em homenagem ao Mestre Benedito, com o acervo pessoal cedido pela família. E o Centro Cultural sediará, ainda neste mês, o encontro regional de capoeira, nos próximos dias 16,17 e 18.

A adolescente Jennyfer Kelly, estudante do módulo intermediário do ballet municipal, participa do ballet há mais de 10 anos e não vê a hora de poder usufruir do novo espaço.

“Gostei muito desse novo prédio, tudo muito lindo e essa é a oportunidade de ampliarem o atendimento. Isso vai facilitar para todas as turmas com mais horários e abrindo ainda mais as portas para os jovens. Será muito importante para a nossa população”.

Prima – No prédio da antiga Secult, por trás do Teatro Santa Catarina, ficarão funcionando aulas de danças do Ballet Municipal e também serão acolhidas as atividades do Prima em Cabedelo, em uma parceria entre a Prefeitura Municipal e o Governo do Estado.

Quem esteve presente na inauguração do Centro de Artes foi a coordenadora estadual pedagógica e artística do programa estadual, Priscila Santana, que comentou sobre a retomada da parceria e ainda elogiou a nova edificação.

“A gente está muito feliz em retomar o projeto em Cabedelo, pois aqui foi o primeiro polo do Prima. O programa vem somando forças no sentido de ampliar a perspectiva da cidadania através das artes, que é como trabalhamos. Em Cabedelo, podemos potencializar todas as raízes culturais que os alunos já têm, dialogando sempre com as atuações que as escolas têm feito e que se identifica muito com o apoio da Prefeitura, que está oferecendo um espaço maravilhoso para o Prima. Posso dizer também que a inauguração desse espaço aqui, visualmente, já é algo maravilhoso e grandioso, e isso tem um valor cultural extremamente importante. Ter um Centro Cultural desse em uma cidade como Cabedelo vem somar muito! A gente está muito feliz em ver esse novo momento na cidade. Nós só temos a agradecer à atual gestão”, destacou Priscila.

 

 

Compartilhar