Projeto Cabedelo + Criativa mobiliza e engaja artesãos locais em atividades de criação coletiva e colaborativa

 Objetivo é estimular os processos de criação em rede e as atividades de economia criativa

A Prefeitura de Cabedelo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), realizou, na sexta-feira (06), a culminância das atividades da consultoria de cocriação da rede Cabedelo + Criativa. A ação aconteceu no Casarão do Padre e constou de uma Oficina Criativa, com o objetivo de estimular o projeto e divulgar os produtos cocriados entre os artesãos e estilistas, assim como anunciar as diretrizes gerais da iniciativa.

Por meio da ação presencial e da interação online, os artesãos e estilistas atuaram na produção de uma uma peça com pedaços de tecidos e produtos vindos do mar, denominado Garimpagem do Mar, uma grande almofada conceitual.

As atividades tiveram o comando da consultora Mirian Rocha e Bruna Neiva e o produto gerado deverá ser entregue como marco do projeto ao Casarão do Padre – Cabedelo/PB, para que seja um símbolo do movimento, apresentando em rede colaborativa de produção por coletivos.

“Esse produto reproduz a dinâmica do pertencimento do projeto, unindo tecidos, restos de objetos que são encontrados nas areias da praias de Cabedelo, pedaços de redes de pescas, anzóis, conchas, sublimações dos desenhos das estilistas, que serão costurados/ colados por todos os presentes transformando em uma grande almofada. Ele reproduz conceitualmente o resultado de conquistas do processo de cocriação, onde todos os envolvidos investem tempo, amor, envolvimento e a peça se transforma em produto, que pode ser vendido ou mesmo ter valor simbólico da emoção do fazer e do saber”, destacou o secretário da cultura, Igobergh Bernardo.

A atividade de cocriação compõe, juntamente com produção de uma Coleção e de uma Plataforma Digital de promoção e apoio à comercialização da cadeia produtiva da Cultura local, a estratégia definida no plano de operacionalização do Cabedelo + Criativa e é fruto direto da parceria da Secult com o Sebrae/PB e a Associação de Culturas Gerais (ACG). O secretário Igobergh destacou a importância do momento para a cena cultural cabedelense.

“Esse é um momento de grande importância para a nossa cidade, pois estamos trabalhando o desenvolvimento do território a partir da sustentabilidade, dando valorização à identidade local, ao capital social e intelectual das pessoas que fazem parte da produção cultural local. A confecção de produtos e serviços atuam como ferramenta de geração de emprego e renda para a classe cultural da cidade. É um momento de transformação e de transição para um novo cenário na cultura de cabedelo”, acentuou.

A coleção Cabedelo + Criativa  tem como carro chefe a Moda, expressa em roupas, acessórios, decorativos, utilitários e produtos inovadores nas diversas áreas. Foi desenvolvida a partir da idealização, cocriação e orientação das Estilistas Denise Faertes e Ludimila Heringer e das experts Mirian Rocha e Bruna Neiva. Participaram diretamente do projeto 45 criativos e foram beneficiados indiretamente cerca de 300 pessoas, entre elas artesãos, artistas e grupos das manifestações culturais.

Já a plataforma funcionará como uma vitrine com o intuito de valorizar e potencializar a comercialização de produtos físicos, na era digital, para o Brasil e Exterior para os artesãos e artistas locais, transformando a cadeia produtiva local em uma grande rede colaborativa de inovação e criatividade.

Por sua vez, o conceito de rede criativa desponta como uma das estratégias adotadas pela Secult para incentivar e fortalecer os grupos com o propósito de inovação, integração, compartilhamento de experiências e produções bem como, apoio à comercialização física e online de produtos e serviços. A rede de negócios criativos foi consolidada com a formação de 5 coletivos de produção (Coletivo das Crocheteiras, Coletivo das Bordadeiras, Coletivo das Garimpeiras do MAR, Coletivo das Artes e o Coletivo das Manifestações Culturais) já estão criados e com boas perspectivas de crescimento.

“Estamos trabalhando há aproximadamente 3 meses com todos os criativos locais que se inscreveram no projeto. Primeiramente eles passaram por uma fase de treinamento online, onde tiveram aula sobre economia coletiva, cultura, pertencimento e valorização da identidade local. Numa segunda etapa, com a participação das eO projeto vai ger continuidade com a introdução de mais dois coletivos, o do turismo e o da gastronomia, e a plataforma digital onde o publico vai poder ver, comprar, fazer contato com os artesãos”, explicou a consultora da Associação de Culturas Gerais (ACG), Bruna Neiva.

Criatividade e Inovação – O Cabedelo + Criativa é um Plano de Economia Criativa do município, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Cultura de Cabedelo (Secult) e foi instituído como uma Política Pública Municipal,por meio da LEI 2.146/2021, sancionada no dia 08 de outubro de 2021 pelo prefeito Vitor Hugo Castelliano.

O Plano Municipal tem os princípios da nova economia como ferramenta principal para a sustentabilidade social, ambiental e econômica da cidade. Suas ações estão distribuídas em cinco eixos norteadores, que são Pesquisa e Mercado, Vivências Criativas, Trabalho colaborativo, Promoção e Investimento e Capacitação.

“O principal objetivo da iniciativa da Sescult é justamente promover a valorização da arte, que é nata na cidade. Nós, da ACG, chegamos com as estilistas para auxiliar nesse processo de ressignificação, trazendo para o olho  da moda, do artesanato com design e, também, para fazer com que as manifestações culturais Garantam um espaço de apresentações permanentes, tendo como base o Casarão do Padre, com uma programação que a Secretaria irá elaborar”, pontuou a consultora Bruna Neiva.

As ações previstas no plano são planejadas e desenvolvidas com foco na qualificação da ofert de recursos, que contribuam para o desenvolvimento e a produtividade de empreendimentos criativos e no fortalecimento do sentimento de pertença da cidade de Cabedelo, através da valorização da identidade local, da diversidade cultural, da inovação, do trabalho colaborativo e em rede.

“Essa oportunidade do Cabedelo + Criativa veio a somar e abrir novos horizontes para o coletivo, coisa para a qual não víamos possibilidade e hoje passamos a ver com esse produto criativo. Experimentamos o coletivo centrado nas pessoas, mas a proposta do + Criativa remete diretamente ao grupo e à parceria, o que faz girar a economia na cidade e a parceria com outros artistas. Todo mundo ganha, todo mundo cresce, a cultura só tem a evoluir e nossa cidade se tornar mais conhecida nesse universo cultural, turístico e artistico”, comentou a  diretora da Cia Clássica de Cabedelo, Michela Lima.

Compartilhar