Projeto Escola de Robótica oferece treinamento para primeiros socorros em parceria com a Defesa Civil a profissionais da Educação

Na última quarta-feira (19), o Setor de Tecnologia Educacional (STE) da Secretaria de Educação de Cabedelo (Seduc) em parceria com a Secretaria de Defesa Civil, ofereceu aos profissionais de 9 (nove) Escolas e para Educadores do STE, uma formação em Instrução Básica de Suporte à Vida (Primeiros Socorros), ministrado pelos bombeiros da Defesa Civil.

A instrução apresentou procedimentos simples para prestar os primeiros socorros e como proceder com alunos e/ou funcionários em situação de risco, em casos de convulsão, engasgos e acidentes, até a chegada do socorro pelo SAMU, por exemplo.

O curso foi orientado pelo Bombeiro da Defesa Civil Felipe Pereira de Assis, com o suporte de sua equipe, e contou com a presença de monitores, inspetores e profissionais das Escolas Municipais Prof.ª Elizabeth Ferreira da Silva, Major Adolfo Pereira Maia, Maria José de Miranda Burity, Maria Pessoa Cavalcanti, Marizelda Lira da Silva, Paulino Siqueira, Plácido de Almeida, Rosa Figueiredo De Lima e Vereador Pedro Américo.

Os participantes do treinamento atuam junto ao Projeto Escola de Robótica de Cabedelo, acompanhando os alunos em eventos e atividades externas, como Competições Científicas e Olímpiadas Brasileiras de Robóticas.

O Escola de Robótica prepara e treina alunos dos do 6º ao 9º do Ensino Fundamental II (Anos Finais) para participarem de competições de Robótica e Eventos Científicos na área da computação.

“A Secretaria de Educação e a Gestão Municipal mantêm uma preocupação constante com a segurança e o bem-estar dos alunos da Rede. Tendo em vista a aplicação da Lei Lucas (13722/18), sentimos a necessidade de oferecer essa preparação aos profissionais que lidam e acompanham os alunos em eventos externos, para que saibam lidar em situações de risco”, destaca a Secretária de Educação, Márcia Moreira.

“A importância de acesso a esse tipo de instrução serve para mostrar que quando se tem o conhecimento do suporte básico de vida, você consegue administrar e reverter o quadro de uma vítima”, completa o bombeiro da Defesa Civil, Felipe Pereira de Assis.
O Projeto Escola de Robótica de Cabedelo atende hoje mais de 70 alunos dos Anos Finais e atualmente treina mais de 20 equipes para o Torneio Juvenil de Robótica e o Torneio Municipal de Robótica.

“Ao participar de eventos externos como os Torneios de Robótica, temos grande responsabilidade com o alunado do Projeto. Enquanto consultor de Robótica, juntamente com a Secretaria de Educação, tivemos a preocupação de fecharmos essa parceria de suma importância, para que todos que atuam junto ao Projeto, estejam aptos a lidar com qualquer situação”, finalizou o Consultor de Robótica Educacional, Luciano Pinto.

A formação foi organizada pelo Setor de Tecnologia Educacional – STE, que conta com uma equipe composta por uma coordenadora pedagógica, dois professores e dois técnicos.

Compartilhar