Secretaria de Meio Ambiente recebe reforço de veículo de fiscalização, drone e equipamentos para coibir a poluição sonora

A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), realizou, nesta quinta-feira (19), a cerimônia de entrega de novos equipamentos para os serviços desenvolvidos pela Secretaria de Meio Ambiente, Pesca e Aquicultura (Semapa).  A fiscalização ambiental no município passa agora a contar com mais um veículo, dois decibelímetros e um drone para monitoramento ambiental.

As novas aquisições fazem parte do processo de aparelhamento da Semapa para trabalho de monitoramento e fiscalização ambiental no âmbito do município.

“Estou muito feliz por poder entregar equipamentos modernos e adquiridos com recursos próprios para os serviços da Semapa em prol da população de Cabedelo. A Semapa é uma das Secretarias mais ativas e importantes do município, e temos que parabenizar todos os servidores pelo trabalho desempenhado e bastante reconhecido em tudo que envolve as questões ambientais. O modelo de gestão implantado é de valorização não só do servidor, mas da qualidade do trabalho e do atendimento melhor ao público”, declarou o prefeito Vitor Hugo.

O secretario de Meio Ambiente, Walber Farias, informou que, com nova aquisição, a Secretaria reforça a frota e possibilita o remanejamento e a readequação de veículos para áreas carentes de reforço.

“Hoje, especificamente, na área de fiscalização e controle, estamos entregando essa viatura nova e fazendo uma readequação no uso dos equipamentos. A viatura que já temos passa a operar na arborização e paisagismo, e essa nova vai para a fiscalização. “Estamos aumentando a nossa frota com a perspectiva de, ainda este ano, adquirirmos mais um veículo, uma moto e uma embarcação, cuja aquisição poderá ser concretizada em janeiro. Fechamos, assim, uma frota de 8 veículos para a Secretaria, o que só virá reforçar o trabalho e o apoio que recebemos da gestão para o desenvolvimento de operações na parte de controle e fiscalização ambiental no município”, destacou.

O secretário salientou, ainda, a oportunidade de contar com dois decibelímetros, justo no período em que são registrados os maiores abusos em termos de poluição sonora, e do drone, na parte de controle ambiental.

“São ferramentas essenciais para a parte de fiscalização e de controle ambiental. O drone servirá para realização de levantamento de áreas, sobretudo daquelas que não conseguimos ter acesso direto. A analise ambiental, o prospecto para projetos ambientais e o monitoramento geral dentro do município serão otimizados a partir dessas aquisições”, concluiu.

Compartilhar