Sede do Instituto de Previdência Municipal passará por processo de reforma e ampliação

Ordem de Serviço foi assinada nesta sexta-feira (16); sede renovada vai contar com melhor acessibilidade, acomodações para os funcionários e usuários e energia solar 

A sede do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Cabedelo (Ipsemc) entrará, em breve, em processo de reforma e ampliação. A Ordem de Serviço para o início das obras foi assinada nesta sexta-feira (16) pelo prefeito Vitor Hugo Castelliano. A obra está orçada em aproximadamente R$ 1, 2 milhão, oriundos de recursos próprios.

De acordo com o projeto, a ampliação e reforma do Ipsemc se baseia no desenvolvimento de um modelo de construção que apresenta soluções eficientes de uso de materiais, eficiência energéticas e redução de resíduos, sem renunciar à moderna tecnologia e a criação de uma edificação que atenda às necessidades de seus usuários.

“A execução da reforma e ampliação do Ipsemc se dá pela necessidade de haver um espaço próprio deste importante órgão municipal para proporcionar aos contribuintes maior conforto. Com a necessidade de uma construção rápida para uso imediato, o projeto segue as melhores concepções de execução para, ao fim, dotar o espaço de ambientes essenciais para atender a necessidade de seus usuários e servidores. Economia, conforto, melhoria do ambiente, bem estar e acessibilidade marcam a concepção de um projeto que visa tão somente dotar o órgão de uma estrutura moderna, mais funcional e com segurança”, declarou o prefeito Vitor Hugo.

O imóvel sede do Ipsemc, que está situado à Rua Vereador Benedito Ribeiro de Araújo, Lote 18-A Quadra 14, Loteamento Cidade Formosa, deverá receber melhorias para proporcionar melhor comodidade aos funcionários e usuários. A edificação possui atualmente uma área construída de 446,60 m² e passará por uma ampliação de 284,70m² totalizando, ao término das intervenções, uma área construída de 731,30m².

O projeto prevê a garantia de acessibilidade para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, através da eliminação de barreiras físicas, instalação de banheiros acessíveis, nivelamento de piso, instalação de elevador para cadeirante, calçadas projetadas com rampas e piso tátil de alerta para possíveis obstáculos que possam ferir um deficiente visual.

“A reforma do Instituto significa uma das nossas maiores conquistas! O Ipsemc é certificado no Programa Nacional de Qualidade em nível 3, que é o top para institutos de médio porte, porém o que estava faltando era a adequação da sede com a parte de arquivo, rede lógica, redes elétrica e hidráulica que estava apresentando problemas. O programa, que é excelente, envolve a instituição como um todo e temos que lutar para se adequar e ficar realmente enquadrado dentro dos critérios de boas práticas de governança em todas as dimensões da administração pública”, comentou a presidente do Instituto, Léa Praxedes.

Infraestrutura sustentável – A execução da obra será realizada de forma que os materiais utilizados sejam selecionados de acordo com características sustentáveis. Sendo elas: matéria-prima com procedência reciclável e renovável de baixo consumo de água e de energia, certificações do produto, durabilidade, e principalmente a geração mínima de resíduos.

O edifício vai ser constituído, após a obra concluída, por ambientes de recepção, salas administrativas e dos servidores, sala de direção, almoxarifado, sala de reuniões, banheiros e copa. As intervenções abrangem toda área de entrada e circulação de acesso às salas de administração, direção e reuniões; banheiros (WC), reestruturação das instalações elétricas e hidráulicas, adoção de medidas de prevenção, aplicação de critérios de acessibilidade.

Como maior inovação, a reforma ainda prevê a instalação de uma usina de energia por captação de incidência solar, usando o sistema de painéis fotovoltaicos, sistema que objetiva suprir a demanda de consumo médio mensal de 2000kwh.

 

 

Compartilhar