Semob de Cabedelo e PRF promovem ação educativa para motociclistas em alusão à Semana Nacional de Trânsito

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) de Cabedelo e a Polícia Rodoviária Federal (PRF-PB), promoveram, nesse sábado (18), uma ação educativa voltada aos motociclistas locais

O evento faz parte de uma série de atividades em alusão à Semana Nacional de Trânsito (SNT).

Durante o evento, foram realizadas abordagens pontuais e entregue materiais educativos aos condutores que circulavam pelo local.

A SNT acontece, anualmente em todo o país, do dia 18 a 25 de setembro, conforme estabelece o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), em seu artigo 326. Neste período, são realizadas ações educativas e de conscientização com pedestres, ciclistas, motoristas, motociclistas e passageiros, com o objetivo de contribuir para a harmonia no trânsito, além de resguardar a vida humana, já que os acidentes de trânsito constituem uma das maiores causas de morte no mundo. Neste ano, o tema abordado é: “Respeito e responsabilidade: pratique no trânsito”.

O gerente de trânsito da Semob de Cabedelo, Hewerton Castro, destacou que, dentre os números de Autos de Infração de Trânsito (AITs), no município de Cabedelo, um grande percentual é de condutores sem capacete, o que preocupa os órgãos de trânsito, já que o equipamento é indispensável para assegurar a vida do motociclista em caso de acidente. 

“Por isso, a importância de estarmos nas ruas conscientizando, alertando, para mudarmos comportamentos e, desse modo, preservarmos a vida desses condutores”, disse. .

Os motociclistas foram escolhidos para a ação propus, segundo o inspetor da PRF, Cledson Augusto, são os mais vulneráveis no trânsito.

“As ações de educação para o trânsito são instrumentos importantes porque visam buscar dentro da sociedade uma reflexão, uma amplitude de ações. O público-alvo trabalhado hoje foi selecionado em virtude da vulnerabilidade desses condutores em relação aos acidentes de trânsito. No Estado da Paraíba, por exemplo, o percentual de atendimento a motociclistas acidentados no trânsito representa uma média de 80% das entradas nos hospitais de trauma do estado”, declarou o inspetor da PRF.

A representante do ONSV, Abimadabe Vieira, disse que a semana vem com um propósito: chamar a atenção da sociedade, priorizando os motociclistas que são mais vulneráveis no trânsito. 

“A Paraíba registrou somente, este ano, mais de 9,6 mil acidentes envolvendo motociclistas, sendo, deste total, 462 óbitos. A intenção é reduzir estes números, por isso a importância das ações educativas. Chamamos a atenção da responsabilidade de todos no trânsito e da importância dos motociclistas utilizarem corretamente os equipamentos de segurança, a exemplo, do capacete, usar calçado, de preferência fechado, para conduzir o veículo, não ingerir bebida alcóolica, tudo isso para que os condutores possam conviver pacificamente, colaborando para uma circulação mais saudável e mais segura”, pontuou.

Para o vendedor Danierison Ferreira, um dos condutores abordados pela fiscalização e que estava com os equipamentos e os documentos do veículo regularizados, essas ações são muito importantes não apenas para os motoqueiros, mas para todo o tipo de motorista.

“A importância de conscientizar sobre o uso do cinto de segurança, o uso do capacete, a importância do travamento da presilha do capacete são atitudes simples, mas que colaboram para a prevenção de acidentes e resguardam a vida daqueles que circulam pelas vias públicas. Além disso, é de suma importância para os condutores que, como eu, exercem atividade remunerada no veículo, contribuindo, consequentemente, para uma maior atenção e a legalização para qualquer tipo de situação, a exemplo, de abordagens de fiscalização como essa”, defendeu.

Compartilhar