Testagem contra a Covid-19 e ações de conscientização marcam Arraiá do Litoral 2022

Festa ainda conta com um Espaço Inclusivo, oferecendo segurança e conforto às pessoas com deficiência que forem conferir a programação na Praça Getúlio Vargas

Não é só de festa e alegria que o Arraiá do Litoral 2022 é feito. Saúde, consciência e o respeito também fazem parte da programação.

As Secretarias de Saúde (Sescab), Assistência Social (Semas) e de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPM) estão participando ativamente nos dias da festa, promovendo testagem para Covid-19, panfletagem e abordagens sobre direitos das mulheres e das crianças e adolescentes.

Na Barraca da Saúde montada no setor de serviços está sendo realizado teste de Covid, teste de ISTs (Sífilis, Hepatite B e C), além de aferição de pressão arterial, distribuição de preservativos e orientações sobre outros serviços e encaminhamentos.

“Nós estamos ofertando estes serviços todas as noites de festa na nossa barraca das 19h às 22h. As pessoas tem participado de tudo, mas principalmente da aferição de pressão arterial e testagem de Covid, onde temos uma demanda maior. Inclusive, vamos fazer todo levantamento estatístico ao final do evento, porém, ressaltamos que os índices de casos positivos não estão alarmantes. E ainda sobre os casos positivados existe a preocupação com a orientação sobre o isolamento ou encaminhamento aos postos de Saúde e Hospital para o devido acompanhamento quando necessário”, destacou a coordenadora de Imunização, Missânia Moreira.

Já a equipe da SEPM vem atuando na defesa dos direitos e respeito às mulheres. Pela Semas, agentes públicos promovem uma conscientização sobre o combate ao trabalho infantil, transmitindo outras orientações dos serviços e programas sociais.

“Nós estamos trabalhando todas as noites com uma equipe preparada e atenciosa no tocante ao combate do trabalho infantil. Pois é muito importante esse olhar de cuidado para com as nossas crianças, bem como, sensibilizar a sociedade sobre este tema”, disse a secretária de Assistência Social de Cabedelo, Cynthia Cordeiro.

A novidade desse ano é o Espaço Acessível, foi instalado pela Semas. O local é exclusivo e voltado às pessoas com deficiência e busca inseri-las na festa de forma segura e confortável. “Não é apenas um setor que leva apenas o nome, queremos fazer um trabalho permanente em todos os eventos e espaços públicos onde as pessoas com deficiência possam ter  seu espaço”,ressaltou Cynthia.

“Essa ideia do Espaço Acessível é muito boa porque eles podem participar do evento com mais dignidade. Isso porque a atual gestão municipal tem um olhar diferenciado para esse público. Sabemos que Cabedelo tem na faixa de 17 mil pessoas com deficiência e muitos deles ainda não socializam e iniciativas inclusivas como essa só ajudam a abrirmos mais portas e quebrarmos diversas barreiras”, elogiou a  presidente da Associação de Mães e Pais de Pessoas com Deficiência de Cabedelo (Amapedec), Niselma Nascimento.

 

 

Compartilhar