Vacinação contra a Covid-19 em Cabedelo segue imunizando população 12+ com ou sem comorbidades

Campanha também aplica 2ª e 3ª dose em públicos específicos

Cabedelo segue protegendo sua população contra a Covid-19. A Secretaria de Saúde (Sescab) definiu calendário de locais de vacinação até o sábado (6). , 

Além do ponto fixo no Cabedelo Clube, nesta quinta-feira (4), a equipe estará no PSF Jardins; e na sexta-feira (5), no Ginásio do Renascer. Nos dois locais, a vacinação inicia às 9h e finaliza às 14h. No sábado, a concentração segue no Cabedelo Clube, das 8h às 14h. 

A campanha de imunização contra a Covid-19 em Cabedelo segue protegendo a população 12+ com ou sem comorbidades.

Além deles, está sendo aplicada a 3ª dose para idosos 60+ que tomaram a 2ª dose há, pelo menos, 6 meses; nos profissionais da saúde que tomaram a 2ª ou dose única há, pelo menos, 180 dias; e nos imunossuprimidos que tomaram a 2ª dose há 28 dias.

A 2ª dose também está disponível para quem conta os dias de intervalo da 1ª dose (28 ou 90).

Campanha – Mais de 60% da população vacinável de Cabedelo já recebeu as duas doses contra a Covid-19, concluindo, por ora, o ciclo vacinal de acordo com as diretrizes do Ministério da Saúde. Os números revelam o êxito da campanha municipal em busca da segurança e da proteção da sociedade local.

Dados da Secretaria de Saúde (Sescab) mostram que a cidade já aplicou, no total, 86.030 doses das vacinas contra a doença.

Quarenta e seis mil, setecentos e noventa e quatro (46.794) pessoas receberam, pelo menos, a 1ª ou dose única, o que representa 94,05% do contingente total; e 31.229 já completaram o esquema de vacinação com as duas doses (61,94%).

 As doses de reforço já foram aplicadas em 32,51% do público alvo: profissionais da saúde que tomaram a 2ª ou dose única há, pelo menos, 180 dias; imunossuprimidos que tomaram a 2ª dose há 28 dias; e pessoas 60 + que tomaram a 2ª dose há, pelo menos, 6 meses.

Oitenta por cento (5.437) dos adolescentes de Cabedelo também já iniciaram o esquema vacinal, com a aplicação da 1ª dose.

Documentos – Para receber a vacina, é necessária a apresentação de um documento com foto e cartão SUS. 

Para a dose suplementar, é necessária a apresentação da carteira de vacinação comprovando a data da imunização. 

Para o grupo com comorbidades, é exigida a apresentação de Documento de identificação com foto, Cartão SUS e laudo que comprove a condição.

Imunossuprimidos – De acordo com informações do Ministério da Saúde, o grupo de imunossuprimidos inclui: Imunodeficiência primária grave; Quimioterapia para câncer; Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) e uso de drogas imunossupressoras; Pessoas vivendo com HIV/Aids com CD4<200céls/mm3; Uso de corticoide em doses maior ou igual a 20mg/dia de prednisona ou equivalente, por mais de 14 dias; uso de drogas modificadoras da resposta imunes; pacientes em hemodiálise; e pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas(reumatológicas, autoinflamatórias, doenças intestinais inflamatórias).

No caso dos adolescentes sem comorbidades e que não tenham o cartão SUS, ele pode ir acompanhado do pai ou da mãe, mas estes devem possuir o documento local. Se o adolescente não tiver identidade, pode levar a certidão de nascimento, e precisa estar acompanhado dos pais e estes, com os seus documentos de identificação.

Compartilhar