Vencedores do Concurso Cultural Enivaldo Miranda recebem premiações

Ano Cultural 2019 terá como homenageado o Mestre Benedito

A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por intermédio da Secretaria de Educação (Seduc), promoveu, nesta terça-feira (11), no Cabedelo Clube, a solenidade de Encerramento do Ano Cultural e a Premiação do Concurso Cultural “Enivaldo Miranda”.

O evento foi repleto de homenagens e, além de autoridades e dos familiares do homenageado, reuniu centenas de pessoas que foram acompanhar as apresentações dos participantes do concurso classificados nas modalidades Comunidade Cabedelense e Escolar.

Na ocasião, foi anunciado o nome do mestre cultural José Benedito da Silva Filho, popularmente conhecido como “Mestre Benedito”, como homenageado no Ano Cultural 2019.  Ao longo de suas edições, a iniciativa já destacou personalidades como Altimar Pimentel (2014), Tia Beta (2015), Hermes Nascimento (2016) e Padre Alfredo (2017).

O concurso – uma das ações do Ano Cultural -, busca valorizar o estudo da história e da cultura local, fomentar o desenvolvimento de atividades artísticas, a produção e disseminação de conteúdos literários e o desempenho linguístico nas escolas da rede pública municipal de ensino, bem como na Comunidade Cabedelense.

“Minhas saudações à família de Enivaldo Miranda e a todos os cabedelenses que o conheceram. Ele que foi o primeiro prefeito eleito democraticamente pelo povo cabedelense. Gostaria de agradecer a dedicação e o envolvimento de todos os profissionais da Educação e da Cultura no desenvolvimento desse projeto. Na véspera do aniversário de nossa cidade, fico muito feliz em também poder participar da homenagem a uma personalidade que deixou um legado tão importante para Cabedelo. Aliás, deixar um legado é algo muito especial na vida de um homem público e nem todos conseguem. Que esse resgate histórico, através das histórias de luta dessas personalidades, ensinem os nossos jovens e fortaleçam ainda mais o nosso compromisso com o povo”, destacou o prefeito Vitor Hugo.

O neto de Enivaldo Miranda, Aderbal Miranda Júnior, representou a família e emocionou a todos em seu pronunciamento.

“Já dizia o poeta que um povo sem conhecimento de sua história, origem e cultura é como uma árvore sem raízes. Meu avô Enivaldo foi um homem público que jamais gozou de pompas e vaidades, que nunca se vislumbrou com o poder e que dedicou toda uma vida em prol de seu povo. Ele nos deixou uma herança muito mais valorosa do que qualquer patrimônio financeiro ou material, algo muito maior que o ‘ter’, que é o ‘ser’. Ser honesto, humilde, ser alguém de caráter, ser do bem. O ‘ser’ é mais nobre do que o ouro e a prata. Vocês, estudantes cabedelenses, tiveram ao longo desse ano a oportunidade de conhecer um dos maiores cabedelenses de todos os tempos. Foi semeado nos corações e memórias de vocês um pouco do que é ser Enivaldo. Que esse sentimento germine. Se cada um de nós buscar ser um pouco de Enivaldo a cada dia, nos tornaremos um povo mais humano e construiremos uma terra cada vez melhor”, destacou.

O Ano Cultural envolveu mais de 5 mil alunos de 7 creches e 22 escolas, incluindo dezenas de professores que, durante o ano letivo, se engajaram no estudo e na produção de produtos culturais sobre a vida e a obra da personalidade homenageada. A secretária de educação, Priscila Dias, comemorou o resultado.

“Conseguimos no ano de 2018, com muito prazer, recuperar um pouco mais da história de um daqueles que participaram da formação do nosso povo, e é com muito orgulho que nos reunimos para vivenciar a culminância desse projeto. Com muita alegria também que destaco a dedicação e a satisfação dos nossos educadores e alunos em tudo que foi realizado no ano letivo. É muito valioso que a nossa educação conheça os homens que fizeram parte da nossa história”.

As características marcantes da personalidade e das ações públicas protagonizadas por Enivaldo Miranda na história de Cabedelo foram retratadas, principalmente, através das artes cênicas e musicais nas apresentações dos participantes do concurso.

“Eu descobri a grandeza desse projeto através da indicação do meu amigo Everton Joaquim, que é ator e já participou de outras edições. Antes disso eu só sabia sobre as homenagens nas escolas, mas não imaginava que a população também pudesse participar. E pude comprovar que não somente as escolas puderam mostrar seus trabalhos, mas, nós da comunidade, pudemos também nos envolver. Isso foi maravilhoso! Eu estou entrando agora nesse universo teatral e isso tem me viciado positivamente. Eu já tinha ouvido falar de Enivaldo Miranda através da minha família, mas então tivemos que pesquisar e estudar mais sobre ele pra poder desenvolver o nosso esquete teatral. Foi tudo muito desafiador e muito especial, independentemente de qualquer premiação. Enxergar gratidão no olhar dos que acompanharam nosso trabalho foi inesquecível”, destacou a estudante de Comunicação, Hemelly Rayanne.

Confira os vencedores nas categorias Escolar e Comunidade.

Vencedores Concurso Cultural Enivaldo Miranda

Compartilhar